Energia mais cara: bandeira amarela é acionada pela primeira vez em 2 anos

Energia
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

desafio de gerir o consumo de energia está em nossas mãos, e pequenas ações no dia a dia podem fazer uma grande diferença. Se cada um fizer sua parte, poderemos superar este período com menores impactos financeiros e ambientais, contribuindo para um futuro energético mais sustentável e equilibrado.

ECONOMIA

Energia mais cara: bandeira amarela é acionada pela primeira vez em 2 anos

A energia elétrica no Brasil está prestes a se tornar mais cara. Pela primeira vez em dois anos, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) acionou a bandeira amarela, o que significa um aumento no custo da conta de luz. A partir deste mês de julho, os consumidores brasileiros pagarão um adicional de R$ 1,885 a cada 100 kW/h consumidos.

Este acréscimo, embora possa parecer pequeno, pode impactar significativamente o orçamento das famílias. Para termos de referência, um estudo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) revelou que o consumo médio das famílias brasileiras é de aproximadamente 152 kW/h por mês. Com a nova bandeira tarifária, a conta de energia dessas famílias ficará cerca de R$ 2,90 mais cara.

Razões para a bandeira amarela

A decisão de acionar a bandeira amarela foi motivada por previsões meteorológicas que indicam chuvas abaixo da média até o final do ano. As estimativas apontam uma redução de cerca de 50% na quantidade de chuvas esperadas. Além disso, há uma expectativa de crescimento na carga e no consumo de energia durante o mesmo período.

Esse cenário de escassez hídrica, combinado com um inverno de temperaturas superiores à média histórica, faz com que o uso das termelétricas – uma fonte de energia mais cara que as hidrelétricas – seja intensificado. Esses fatores contribuíram para o acionamento da bandeira amarela, impulsionado pelo risco hidrológico (GSF) e pelo aumento do Preço de Liquidação de Diferenças (PLD).

Histórico e impactos do sistema de bandeiras

Desde abril de 2022, o Brasil estava sob a bandeira verde, totalizando 26 meses de custos reduzidos para os consumidores. O sistema de bandeiras tarifárias, implementado pela ANEEL em 2015, tem como objetivo sinalizar aos consumidores os custos variáveis da geração de energia no país, permitindo uma gestão mais ativa e consciente do consumo de energia.

Antes da implementação das bandeiras, os custos adicionais de operação eram repassados apenas nos reajustes tarifários anuais, o que dificultava a percepção dos consumidores sobre os momentos em que a energia estava mais cara. Agora, com o sistema de bandeiras, os consumidores têm um papel mais ativo na gestão de suas contas, podendo ajustar o consumo de acordo com os sinais tarifários.

Importância do consumo consciente

Com o acionamento da bandeira amarela, torna-se ainda mais crucial o uso responsável da energia elétrica. A orientação é para que todos utilizem a energia de forma consciente, evitando desperdícios que não apenas afetam o bolso, mas também o meio ambiente e a sustentabilidade do setor elétrico como um todo. Economizar energia é uma medida essencial para a preservação dos recursos naturais e para a estabilidade do sistema energético nacional.

Este é um momento de atenção e responsabilidade para todos. O desafio de gerir o consumo de energia está em nossas mãos, e pequenas ações no dia a dia podem fazer uma grande diferença. Se cada um fizer sua parte, poderemos superar este período com menores impactos financeiros e ambientais, contribuindo para um futuro energético mais sustentável e equilibrado.

Outras notícias

Confira outras notícias que pode lhe interessar

Governo e Prefeitura entregam 99 casas em Senador Canedo, destacand...
O Programa Para Ter Onde Morar é mais uma iniciativa da gestão municipal para garantir moradia digna às famílias de b...
Um Salto na Saúde com a Construção do Primeiro Hospital Municipal
A espera de 35 anos finalmente chega ao fim, e um novo capítulo na história da cidade começa a ser escrito.
Pellozo e Vereadores Vistoriam Construção do Novo Centro de Especia...
Espaço de Mais de 3 Mil Metros Quadrados Também Abrigará o Centro de Reabilitação e o Centro de Especialidades Odonto...
Senador Canedo uma cidade de fato e de direito mais justa, segura e...
Hoje, os moradores do Jardim Todos os Santos celebram, e com eles, toda Senador Canedo celebra um passo significativo...
Senador Canedo é o terceiro município, a contar com uma clínica TEA
Esta iniciativa marca Senador Canedo como o terceiro município do país a contar com uma clínica especializada para cr...
8ª Avança Canedo: Progresso e Qualidade de Vida em Foco
Conversamos com a secretária de articulação política, Mara Alves, da secretaria municipal de articulação política e r...
O Gazeta news
Rua J quadra 16 lote 23
O Gazeta© 2024
O Gazeta news
Rua J quadra 16 lote 23
O Gazeta© 2024
Atendimento por WhatsApp
Departamento de Anúncios
O Gazeta Anúncios
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento Imprensa
Imprensa
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento de Anúncios
O Gazeta Anúncios
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.
Atendimento por WhatsApp
Departamento Imprensa
Imprensa
Atendimento das 08:00 às 18:00hs de segunda a sexta.

O Gazeta news

O Gazeta© 2024

Este site utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência. Ao clicar em 'ok" e continuar navegando, você concorda com a nossa política de privacidade